Sinfonia de Um Homem Comum

CO-PRODUÇÃO COM GLOBONEWS

100 min.   |   Português/ Inglês   |  Brasil, 2020

A Guerra do Iraque destruiu o país e deixou mais de 600 mil civis mortos. Os EUA justificaram a invasão ao país alegando a presença de armas de destruição em massa que ameaçavam o mundo. O diplomata brasileiro José Bustani foi o primeiro Diretor Geral da Organização de Proibição de Armas Químicas (OPCW), de 1997 a 2002. Com sua gestão imparcial, se aproximou de países historicamente desconfiados de organismos multilaterais. Prestes a alinhar o Iraque à OPCW, ocorreu a tragédia do 11 de Setembro. Daí em diante, Bustani sofreu incansável pressão dos Estados Unidos para que se demitisse. Colocou-se na mira da maior potência do mundo e tentou provar que a narrativa da guerra era uma farsa. Essa sua arrogância lhe custaria caro. 

Hoje, aposentado no Rio de Janeiro, longe do front, Bustani se contenta com sua primeira paixão: a música.

EQUIPE

Direção: José Joffily